Inscrições ENEM 2016

Inscrições ENEM 2015

O Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) a cada novo ano atrai mais candidatos, que buscam não apenas testar seus conhecimentos, mas ingressar em uma universidade, seja através do SiSU (Sistema de Seleção Unificada), responsável pela colocação de candidatos em quase todas as universidades e institutos federais do país, pelo ProUni (Programa Universidade Para Todos) que garante bolsas de estudo para alunos de baixa renda ou pelo FIES (Fundo de Financiamento Estudantil) permitindo o ingresso em universidades particulares, com juros baixos, amortizados durante o período de estudo, e pagamento apenas para 18 meses após concluído o curso.

Por esses motivos, o MEC (Ministério da Educação e Cultura) espera que no ano de 2015 haja pelo menos 9 milhões de inscritos para o exame.

Inscrição ENEM 2016

Inscrições ENEM 2016

Inscrições ENEM 2016. Imagem: Divulgação

A edição de 2015 do ENEM já tem data marcada, sendo que o período de inscrição tem início neste dia 25 de maio, segunda-feira, e se estenderá até o dia 5 de junho, contando apenas com 11 dias para que seja realizada.

Algumas mudanças no ENEM 2015 já foram anunciadas pelo MEC, e chegam a assustar aos candidatos, uma vez que o valor da taxa de inscrição, que sempre se manteve o mesmo desde o ano de 2004, ficando em R$ 63 reais, este ano terá um reajuste de mais de 80%, sendo que o valor da taxa sobe para R$ 63 reais. O aumento abrupto pegou muitos candidatos desprevenidos, pois se esperava que permanecesse o valor da última edição.

Para quem prestará a prova este ano, vale lembrar que é possível solicitar a isenção de taxa caso se enquadre ao perfil de pessoa com baixa renda e tenha concluído o ensino médio em anos anteriores, sendo que a solicitação deve ser feita pela internet. Para concluintes do Ensino médio a isenção da taxa é automática, mas para quem deseja prestar a prova na condição de treineiro, estando ainda nos anos iniciais do ensino médio, a taxa é obrigatória.

No caso de isenção de Taxa, uma mudança significativa está no fato de que, graças ao grande número de abstenções nas edições anteriores, a falta de quem tiver conseguido a gratuidade acarretará a impossibilidade de conseguir a isenção no ano de 2016. Isso se deve ao fato de que, aproximadamente 30% das provas impressas ter como destino o lixo, devido o auto número de ausências nos dias de prova.

Outra coisa que muda é o fato de que os candidatos não receberão mais o cartão de inscrição pelos correios, sendo que deverão imprimi-lo diretamente do site do ENEM em www.enem.inep.gov.br, este cartão serve apenas para orientação, e em caso de necessidade de correção de dados, não sendo obrigatória a sua apresentação no dia.

A inscrição ocorre exclusivamente pela internet, e não será possível utilizar o mesmo email para a realização de duas inscrições. Além disso, será necessário cadastrar um telefone fixo ou um celular válido para que se possa efetivar a inscrição. Estas mudanças fazem parte das novas medidas de segurança anti-fraude do MEC.

Aplicação das provas – Datas e Regras

Inscrições ENEM 2016

Inscrições ENEM 2016. Imagem: Divulgação

A duração das provas será de 4 horas, sendo que os portões se fecharão exatamente às 13 horas da tarde, segundo o horário oficial de Brasília, sendo que em locais que o fuso é diferenciado, será necessário verificar qual o horário oficial para o fechamento dos portões. Porém as provas só terão início 30 minutos após o fechamento.

Os candidatos sabatistas também terão horário diferenciado para a aplicação da prova, sendo que os sabatistas dos estados do Acre, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Roraima poderão optar por fazer a prova no sábado, às 17 horas pelo horário local, enquanto para os sabatistas do restante do Brasil, será possível realizar a prova às 17 horas pelo horário de Brasília.

Além disso, entre as medidas de segurança adotadas pelo MEC o uso de detector de metais será aplicado em todos os locais de prova, para impedir que o candidato possa utilizar seus aparelhos celulares dentro dos banheiros da instituição em que a prova for realizada. O candidato que for flagrado com um destes aparelhos será excluído da prova.

Dicas para fazer uma boa prova

inscrição-enem-2015-2

Imagem: Divulgação

Quanto mais a época de inscrições se aproxima, mais as pessoas buscam dicas de estudo e métodos para auxiliar o processo de aprendizado, e assim conseguir realizar uma boa prova, com notas acima da média, para desta forma conseguir uma boa vaga em Universidade.

Para quem está estudando para o ENEM 2015, algumas dicas podem fazer uma grande diferença.

  • Não exagere nos estudos: Estudar para uma prova desta importância é essencial, mas todo exagero é prejudicial. Assim como um remédio pode salvar uma vida quando usado na medida certa, também pode matar se for usado em demasia. O estudo funciona da mesma maneira, sendo que, estudar de mais, sem dar o devido descanso ao cérebro pode levar a uma estafa mental, ou até mesmo a um episódio de burnout. Síndrome séria, desenvolvida pelo extremo desgaste mental e emocional.

 

  • Respeite seu cérebro: Descubra as peculiaridades do seu próprio cérebro e respeite-as. Cada um possui características próprias e únicas na hora de aprender. Alguns aprendem melhor lendo, outros escrevendo, outros resolvendo exercícios de fixação, e outros ainda ouvindo a explicação de uma terceira pessoa. Descubra a melhor forma para aprender, e se emprenhe.

 

  • Tenha períodos de descanso: Já foi comprovado que uma hora de estudo sério e comprometido gasta o mesmo tanto de calorias que uma hora de exercício aeróbico ou de uma corrida. O gasto calórico indica gasto de energia. Ou seja, estudar com afinco é cansativo, podendo levar a exaustão. É necessário intercalar os estudos com períodos de descanso e relaxamento, ou chegará um momento em que você estará tão exausto pelo estudo frenético que não conseguirá aprender nada, podendo ter até mesmo um esgotamento mental.

 

  • Organize seus estudos: Evite estudar “o que der na telha”, as melhores formas de estudar são de maneira esquemática ou de maneira organizada. Estes sistemas de estudo permitem que o cérebro absorva a informação compartimentadamente, e não misture os dados. A lógica é simples, como salvar arquivos em um computador em pastas específicas. É mais efetivo, e torna o acesso àquela informação mais simplificado.

Métodos eficazes de estudos

inscrição-enem-2015-3

Imagem: Divulgação

Escolher um bom método de estudo também faz a diferença na hora da prova. Os melhores métodos que se pode usar são os métodos de estudo:

Esquematizado:

O estudo esquematizado se utiliza de determinados truques para o aprendizado. Neste método, não apenas se organiza o material a ser estudado por assunto, como se busca esquemas de memorização.

Entre os esquemas de memorização mais utilizados durante o estudo Esquematizado estão os:

  • Fichamentos: Pequenas fichas com um resumo de determinado assunto, para consulta constante. Geralmente se utiliza pontos e gatilhos de memória para acessar uma informação já estudada, como palavras chaves.
  • Quadros sinóticos: Os quadros sinóticos costumam ser utilizados de maneira a se parecerem com uma tabela, onde se divide em colunas e linhas, a primeira coluna da esquerda contendo a base da informação e a linha diante dela, na coluna seguinte contendo pontos de informação relativos àquela base, ou informações históricas ou teóricas, feitas em palavras simples ou frases curtas que lembrem o conteúdo estudado.
  • Lembretes ou anotações: Geralmente feitos de maneira concisa, apenas com pequenas frases, ou palavras que sejam gatilhos. Pode-se também usar desenhos simples para lembrar o significado de algo.

Estudo Organizado

Diferente do estudo esquemático, o estudo organizado detende de um calendário organizacional, uma agenda de estudos com períodos, dias e conteúdos a serem estudados.

Ao se optar pelo estudo organizado, a pessoa decide criar um cronograma e segui-lo, permitindo assim que todas as matérias recebam a atenção necessária, e que as principais dificuldades possam ser sanadas.

Um estudo organizado utiliza:

  • Agenda de estudos: Uma agenda física ou virtual em que se estabelece os dias e horários para se estudar cada matéria, incluindo revisões e resoluções de problemas ou simulados com provas anteriores.
  • Quadros organizacionais ou organogramas: Muito úteis, estes pequenos esquemas de organização aprendidos na matemática ajudam a centrar os estudos de acordo com o que se precisa. Um organograma bem estruturado pode ajudar o estudante a compreender suas maiores dificuldades e direcionar seus estudos para aquele ponto específico.

Estudo Dirigido, ou Direcionado

Este método é mais comum a grupos de estudo, onde há uma direção a respeito das dificuldades, e o auxílio mútuo, para que aquele que possui maior facilidade em determinada matéria, mas dificuldade em outra, possa ajudar e ser ajudado por alguém que possua dificuldade na matéria que ele domina, e que domine sua matéria de dificuldade.

Geralmente se estabelece com datas marcadas, e em bibliotecas ou locais calmos em que se possa aprender sem interrupções.

Qual o melhor método para estudar?

Escolher o melhor método de estudo varia muito de pessoa para pessoa, sendo necessário autoconhecimento e sinceridade para escolher o que melhor se adéqua a você e sua capacidade de aprendizado.

Pessoas desorganizadas geralmente aprenderão de forma mais eficaz com o estudo organizado, pois este método foi criado para levar ordem ao caos dos estudos. Geralmente se baseia em leitura e resolução de problemas, sendo um excelente método para quem tem facilidade com esses meios.

Já aqueles que aprendem com facilidade e que captam a informação com rapidez e agilidade mental, o sistema esquematizado pode ser o mais indicado, pois se baseia em diversos subterfúgios, e principalmente em coisas que puxem uma informação através de um pequeno gatilho. Ótimo para quem gosta de estudar sozinho e não tem problemas em se focar em determinados assuntos.

O estudo dirigido é mais indicado para quem aprende compartilhando conhecimento, ou para solucionar pequenas dificuldades.

Após escolher o melhor método de estudo, é só se preparar, fazer a inscrição e estudar, pois outubro não está tão longe assim.

Recomendados para você: